Sunday, April 23, 2006

cinco mil capuccinos

Cinco mil capuccinos em mais ou menos 16 semanas. Não foi suficiente, não seria, se não fosse sua ligação as 11 da manhã de um sábado de forte ressaca. E todos os sentimentos rodando, você ainda trabalha na loja em que tudo é show, brother. A vontade maior é: saia daí e venha correndo. Você veio, e tudo acabou naquele nosso velho papo sobre café. Tomando o quincentésimo milésimo primeiro capuccino da décima sétima semana. Acho que seria bem mais fácil se tivesse soado aquela primeira nota de Outsiders antes de você me beijar. Agora estamos sozinhos em casa buscando a forma mais rápida de chegar ao cigarro: fumar até o final, sem vontade. Mas ainda assim foi lento, espaçado, exatamente no ritmo. Eu, correndo, você com todos os medos e ressentimentos possíveis: estávamos ali, só, no escuro da música melancólica dos nossos ouvidos. Eu não consegui acreditar que quinze minutos se passariam em três segundos. E ainda não acredito nos seus arranhões. De repente, tudo explodiu: não éramos. E eu ainda sonhava. Nós ainda nos amaríamos loucamente na décima oitava semana, e tudo iria acabar no quincentésimo sétimo capuccino.

pro entrementes

5 comments:

doratuk said...

:)

qual é tema do próximo mesmo? o que precisa pra escrever?

Anonymous said...

Foda!!! Texto intenso e bonito.

Rodrigo Rezende said...

Oi Luisa.. tudo bom?
Não sabia da existência desse blog.
Gostei do último texto, tem um "Q" Rodriguiano!
Beijão

att.
Vovô

*Clara* said...

case-se comigo!

Kênia said...

Se é pro Entrementes, pq postou aqui antes, hein??? Brincadeira... Lindo o texto!

Ah, Lívia, o tema do próximo é sublime e num precisa de nada. só escrever dentro do tema e em meia folha A4... Mas acredite, todos os critérios são relativos!