Sunday, May 21, 2006

rumo à estação finlândia

quando chegava a página 20:

não saber o que pensar, porque era sempre recorrente, quase tedioso. um momento iria explodir: pulou e gritou feito louca, porque já não se continha mais. o telefone, já jogado no chão, então voltou a ser uma potencialidade. e uma dúvida que cortava a garganta. escorria na cara todas as palavras que não ousava dizer, e insistiam em torturar, sempre ali na sua frente. finalmente resolveu, as jogou na parede: e desmaiou.

7 comments:

Vitor Graize said...

e este título parafraseando fabio massari? que papo é esse, meiguinha?
obrigado pelo presente, viu? :)

Viso said...

Oh Lopes é o contrario... o Massari que parafrasea o titulo, Rumo a Estação Finlandia veio antes do Rumo a Estação Islandia que eu tenho e é iradooo, pena q não tem entrevista da Björk... uheuheuhe

haroldo said...

e eu não entendi nada do que eles falaram ai em cima mas, gostei do que li
:)

pontadevista said...

clara,meiguinha talvez so existe a bjork com anestesia.........

eae vamo no centenario?

pontadevista said...

clara nao,ops luiza...
ps:to bebado

ViSo said...

Pow, Björk é islandesa... o titulo da Luisa é referencia a Finlandia!!!Dois paises e livros diferentes...

ViSo said...

Ops para mim, q só agora me toquei q o Vitor q comenta é o Graize e não o Lopes...uhauhauha