Sunday, May 09, 2010

uma vez,

lembra?

você lembra? aquela pergunta que faço todos os dias, "queria que você entendesse a falta que me faz ouvir sua voz", ninguém nunca entende nada do que eu digo!
São dias corridos, amontoados um em cima do outro.
eu disfarço minha falta com olhares furtivos e amores vazios. disfarço minha rotina, escondo as horas vulgares. nem assim...

lembra?
escrevíamos coisas loucas todo o tempo, você gostava de não brigar comigo e me ver chorar no fim de noite. gostava pelo exagero na repetição, não gostava? eu lembro que era sempre sábado a tarde, e nós tomávamos banho de cachoeira... lembra, agora não mais um dia tão longe, dois, três meses atrás, lembra?

----------------------
vem no vento, vem no vento
pensa na beira do mar
me deixa chegar
que venham as flores, o cheiro de mar
(cibelle)

2 comments:

cruas said...

Sempre lembro das horas vulgares.
=)

carol

Rafael Magalhães said...

maresia cremosa essa