Monday, September 12, 2005

dos ventos de lá

sentimentos estranhos na noite tão acochegante da minha casa de volta.

tristeza nos olhos por aquele que conheço tão bem, mas jurei nunca pensar;
saudades de alguém que conheço tão pouco;
moço de lá que está longe, longe, longe.

[não me culpem]

o relato do enecom vem mais tarde.

cheguei.

2 comments:

graize said...

senti sua falta e quero ouvir suas impressões. ouvir, não ler! beijos

dimetrius said...

dorme, moça, dorme